Otimizar os resultados em menos tempo e gastando menos recursos é o objetivo de toda empresa, inclusive no agronegócio. Para isso, são utilizadas metodologias que vão ajudar na gestão dos processos para que essas metas sejam atingidas de maneira mais simplificada e sem riscos. É aí que entra o método Lean. Mas, o que é essa filosofia e como ela funciona?  

O que é a filosofia Lean?  

 Lean Manufacturing (manufatura enxuta) é uma filosofia de gestão criada nas fábricas japonesas da Toyota. Ela tem como base três pilares fundamentais: foco no cliente, trabalho em equipe e eficiência dos processos.  

Assim como diversas outras metodologias como o Design ThinkingDesign Sprint, Mapa de Empatia, Filosofia Kaizen e Gestão de Projeto Ágeis – já falamos sobre elas aqui no Digital Agro News -, o Lean, têm como objetivo fazer mais, de forma mais fácil, mais barata e mais rápida.  

Para que a empresa consiga atingir essas metas, esta metodologia age por meio da eliminação de desperdícios de tempo, dinheiro, pessoas e outros recursos. O ponto principal é criar um sistema de produção enxuto e que seja melhorado de maneira contínua e sistemática, para que seja entregue o máximo de valor com o mínimo de recursos.  

Não fazer estoque 

Uma das principais características do Lean é não fazer estoque, seja de matéria-prima e ou de mercadorias prontas. A ideia aqui é trabalhar de acordo com a demanda, para que a empresa tenha menos materiais que não são utilizados ocupando espaço.   

Na metodologia Lean não existem excessos. Assim, a organização no espaço de trabalho das equipes é muito melhor, já que não existirão pessoas ou equipamentos parados.  

A fisolofia Lean na produção leiteira 

Segundo Michael Warkentin, Zootecnista da Frísia Cooperativa Agroindustrial, toda propriedade em algum momento necessita implantar ferramentas gerenciais para acompanhar mais de perto o seu negócio. “No nosso caso este negócio é a pecuária de leite”, revelou.  

Sabendo disso, o departamento pecuário da cooperativa tem se deslocado a todas as regiões de atuação para levar aos produtores o curso Frísia + Lean para propriedades leiteiras. “Esses cursos têm como objetivo capacitar produtores e colaboradores para, primeiramente, entenderem melhor o seu negócio através do Canvas, no qual entendem qual é o cliente e as suas necessidades, bem como elaboram um plano sobre o que o negócio significa para eles e qual é a missão, visão de futuro e o propósito do mesmo para suas vidas”, explicou Warkentin.  

O curso levado às regiões consiste em quatro encontros presenciais com os participantes e futuras visitas da assistência técnica nas propriedades individualmente para implantação das ferramentas gerenciais. “Através deste trabalho foi possível perceber que os cooperados da pecuária de leite têm tido uma nova forma de pensar o seu negócio, capacitando pessoas e engajando as equipes, facilitando o trabalho, diminuindo os desperdícios e agregando mais valor aos interessados no seu negócio”, disse a zootecnista da Frísia, Tanaane Ienk. 

As propriedades que passaram pelos treinamentos feitos pela Frísia apresentaram um crescimento sustentável, focado em organizar a sucessão e como resultado melhores índices produtivos e financeiros. “Temos a certeza de que o legado deste projeto será proporcionar às pessoas uma vida melhor e mais feliz”, concluiu Ienk. 

A filosofia Lean na suinocultura 

O gerente de suinocultura da Frísia, Ricardo Josué Cogo, utiliza a frase “para quem não sabe onde quer chegar qualquer direção é favorável”, para explicar a relação da gestão lean nas fazendas. “Esta frase explica muito o objetivo da gestão Lean nas propriedades suinícolas, que é fazer com que todos estejam alinhados no mesmo objetivo e direção. Isso é fundamental para o sucesso do negócio”, explicou Cogo.   

O profissional esclarece que hoje é possível identificar os resultados diferenciados nas granjas que implantaram, ou estão em processo de implantação, do programa Frísia + Lean nas propriedades. “A própria unidade de produção de leitões da cooperativa, que possui o programa 100% implantado, já é um diferencial em relação à gestão de processos e indicadores”, revelou.  

Entre os novos processos implantados nas fazendas podemos citar as ferramentas de identificação de anomalias, reunião semanais dos gestores, reuniões diárias de cinco minutos antes da operação, além de SIPOC, Canvas e outras. “Isso faz com que todos os colaboradores tenham o sentimento de dono do seu negócio”, elucida ele que ainda faz um convite. “Fazemos um convite a todos os cooperados que queiram conhecer o sistema que entrem em contato com qualquer pessoa do Departamento de Suinocultura”. 

Como aplicar a metodologia Lean?  

Você sabe como aplicar a metodologia Lean? Confira o passo a passo abaixo:  

Estude o seu negócio 

Em primeiro lugar foque em criar, mensurar e aprender. Meça a reação e o comportamento do seu público-alvo para descobrir quais pontos devem ser melhorados.  

Prepare a equipe 

Antes de aplicar o método, é importante preparar a equipe. Explique e faça com que entendam a nova filosofia e o porquê de ela ser implantada. Todos devem estar por dentro dos valores do Lean.  

Trace as metas 

Reúna a equipe e determine as metas a serem alcançadas. Liste quais são os seus objetivos com a aplicação do método Lean, eles vão direcioná-los ao melhor caminho.  

Aprenda com os erros 

Esteja sempre atento aos resultados. Veja o que deu certo e o que não deu. Os erros também nos ajudam a crescer.  

Você já conhecia a filosofia Lean? Não deixe de compartilhar este post com seus amigos e ajude-nos a fazer o conhecimento chegar mais longe!  

Quer ficar por dentro de tudo o que rola no mundo as tecnologia e Inovação?  
Então inscreva-se agora na Newsletter da Digital Agro. Toda sexta-feira de manhã você recebe um conteúdo especial, com as principais notícias da semana. Clique aqui e inscreva-se.