O mundo hoje pede rapidez nas decisões e conhecimento sobre as melhores metodologias para encontrar os problemas e desenvolver soluções. Se você está em busca de resultados efetivos, mas tem pouco tempo para isso, precisa conhecer o Design Sprint.  

Utilizando as premissas do Design Thinking — leia um texto sobre isso clicando aqui —, o Design Sprint consegue encontrar as melhores respostas para sua empresa em um prazo de cinco dias. É perfeito para quem precisa de resultados rápidos.  

Este método é tão eficaz, que pode prever falhas e antecipar melhorias em um curto período de tempo. É possível, inclusive, prototipar uma ideia e descobrir a sua viabilidade com usuários antes do lançamento.  

Na Frísia Cooperativa Agroindustrial, por exemplo, esta metodologia está sendo utilizada para mapear a usabilidade e experiencia dos cooperados dentro das plataformas digitais da cooperativa (APP e Extranet). “Este sistema ajuda a melhorar o gerenciamento dos serviços e produtos que os nossos cooperados utilizam dentro da cooperativa”, disse Romualdo Costa Junior, Analista de CRM da Frísia.    

Segundo ele, o Design Sprint está sendo utilizado na cooperativa para que seja criado um redesenho funcional das plataformas. “Isso possibilitar uma nova experiência de utilização e ajudar nossos cooperados a tomar decisões mais assertivas nos processos de aquisição de produtos e serviços e também no monitoramento dos insumos para suas propriedades”, concluiu.  

Entenda o Design Sprint 

Para entender como essa metodologia funciona, é importante ressaltar a importância da participação de todas as equipes multidisciplinares da empresa. As pessoas devem trabalhar juntas, aplicando técnicas de inovação, comportamento, Design Thinking e o que mais for necessário.  

Conheça cada etapa do Design Sprint 

O método tem início logo após a equipe definir qual é o problema a ser solucionado. Feito isso, reúna todas as pessoas e materiais necessários para dar início ao processo: 

Primeiro dia

A primeira coisa a fazer é montar a equipe responsável e após isso, colocar todas as ideias para fora. Nesta fase é muito importante garantir que todos da equipe saibam, nos mínimos detalhes, tudo sobre as ideias que surgirem. Isso porque existem profissionais de áreas diferentes, como desenvolvimento e design. Esse alinhamento permitirá o sucesso do Design Sprint. 

Nesta fase, proponha atividades específicas, como levantar hipóteses, pesquisar, definir métricas. Enfim, organize suas ideias, sempre se colocando no lugar do consumidor. Não se esqueça de anotar tudo o que for discutido. 

Como dividir melhor seu tempo no primeiro dia? 

Pela manhã o ideal é planejar uma meta de longo prazo e, em seguida, fazer um mapa do desafio. Já no período da tarde, solicite aos profissionais da sua empresa que compartilhem tudo o que sabem. 

Segundo dia

Neste dia todos trabalharão individualmente nas ideias, definindo hipóteses de solução. Depois que as ideias forem desenhadas, a equipe deverá se reunir novamente para discutir quais são as melhores soluções. 

Terceiro dia

No terceiro dia a equipe vai se deparar com um número grande de soluções. Então, a partir de agora, a meta é filtrar as melhores ideias e descartar o que não será usado. Vale ressaltar que é necessário decidir pelas ideias que terão as melhores chances de atingir o objetivo final.  

Para finalizar este dia, reúna todas as ideais selecionadas e transforme-as em storyboards, criando um passo a passo do planejamento para o seu protótipo.  

Quarto dia

Este é o dia de prototipar! Faça um bom planejamento, escolha as ferramentas ideais e coloque a mão na massa. Pense seu produto pelo ponto de vista do cliente. Com trabalho conjunto, é possível terminar o protótipo em um dia.  

Quinto dia

Chegou a hora de testar! Após criar as melhores soluções e desenvolver o protótipo mais realista possível, faça testes. Entreviste, um a um, potenciais clientes ou usuários deste produto ou serviço. Observe e anote todas as reações.  

No fim do dia é importante que toda a equipe discuta os feedbacks dos usuários para decidir se vale a pena seguir em frente com este projeto, ou não.  

O Design Sprint é um método muito eficaz, pois motiva ainda mais a equipe a encontrar as melhores soluções. A limitação de tempo instiga as pessoas a darem o seu melhor para que o trabalho seja concluído.  

Essa ferramenta é dinâmica, inovadora e não exige muita burocracia para que funcione. Que tal testá-la com sua equipe? 

Você já conhecia o Design Sprint? Esta semana o Digital Agro News está especial e vai te apresentar diferentes metodologias de gestão. Na segunda-feira (04) falamos sobre Design Thinking. Clique aqui para ler o artigo.

Fique ligado e não perca nada!