Uma fazenda no Piauí está dando exemplo de sustentabilidade. Por lá, a produção de milho e outras culturas dividem espaço com diversos painéis solares. São 900 módulos que geram 315 KWP (Quilowatt-Pico) e, segundo especialistas, o retorno do investimento leva em torno de três anos, mas o impacto é imediato.

“Para se ter uma ideia, há um alívio na rede local em virtude da produção dessa energia aqui, porque ela é jogada diretamente na rede. A energia que é produzida nesta usina é consumida por todos ao redor”, explicou o engenheiro de produção Andrei Costa.

Imagem: Unsplash

A geração de energia limpa e sustentável, como a obtida por meio da energia solar é um assunto cada vez mais debatido no mundo todo. No Brasil, devido à alta quantidade e qualidade de raios solares durante todo o ano, ela pode ser bem explorada.

A geração de energia solar no Brasil já está em 15 GW (Gigawatts), com quase R$ 79 bilhões de investimentos acumulados e mais de 450 mil empregos criados desde 2012. Essa substituição na matriz energética já evitou a emissão de pelo menos 20 milhões de toneladas de CO2 na geração de eletricidade.

Vídeo/Planeta Campo

(Informações do Planeta Campo)