A irrigação possui um papel fundamental na agricultura. A técnica complementa a disponibilidade de água ofertada pela natureza e colabora proporcionando o teor de umidade ideal para as culturas produzirem mais. Além de colaborar com a produção rural, ela ainda é uma ferramenta importante para a sustentabilidade. O procedimento é tão importante, que pode fazer a diferença no resultado de uma safra. Mas, você sabe quais são as tecnologias de irrigação disponíveis no mercado?

Graças às inovações que chegam ao mercado constantemente, existem diversas tecnologias que fazem a irrigação de maneira totalmente automática e precisa. Cada uma delas ajuda o produtor com as diferentes variáveis presentes em uma produção, como clima, tipo de solo e disponibilidade de energia.

Existem hoje quatro métodos de irrigação disponíveis para o produtor: a irrigação por superfície (tabuleiro, faixas, canais); irrigação por aspersão (convencional, autopropelido, rolamento lateral, pivô central); irrigação localizada (gotejamento, microaspersão) e subirrigação.

Quais os benefícios das tecnologias de irrigação nas lavouras?

A utilização de tecnologias de irrigação nas lavouras garante muitos benefícios. Sua adoção melhora a produtividade e reduz significativamente as perdas por conta dos riscos meteorológicos. Além disso, essas tecnologias ainda permitem implantar lavouras em áreas de menores precipitações, viabiliza a segunda e terceira safras no mesmo ano agrícola e diminui o impacto ambiental, com a redução do consumo de água.

Conheça algumas novas tecnologias de irrigação

Quimigação

A quimigação otimiza o uso de insumos agrícolas através da água de irrigação, permitindo que determinados produtos essenciais para o desenvolvimento da lavoura, como fertilizantes, herbicidas e inseticidas, possam ser aplicados em qualquer fase do plantio.

Irrigação de precisão

A irrigação de precisão permite a identificação dos talhões que demandam mais água, garantindo a aplicação apenas nessas áreas. Essa técnica garante um gerenciamento inteligente e sustentável da água na propriedade rural, além de gerar economia de água e energia.

Com os sensores de umidade presentes no solo, a aplicação pode ser feita no momento exato e em quantidade apropriada para a demanda daquela área.

A irrigação é uma importante etapa do trabalho agrícola e requer um planejamento preciso, feito por um profissional capacitado. Adotar alguma dessas novas tecnologias inovadoras colabora trazendo eficiência e uma produção mais econômica e sustentável.

A utilização dessas técnicas são feitas por meio de máquinas equipamentos e softwares. A irrigação, portanto, se torna mais inteligente e efetiva.

(Com informações Broto)