O que o futuro está guardando para a produção de alimentos? Se depender de uma empresa norte-americana, em breve o agro será “coisa de outro mundo”. Isso porque a Nanoracks lançou recentemente a StarLab Oasis, uma subsidiária que é dedicada exclusivamente a pesquisas sobre produção de alimentos em condições extremas e, até mesmo, fora do planeta.

“Esta expansão destaca o compromisso da Nanoracks em lidar com os crescentes problemas de desertificação, mudança climática, escassez de água e segurança alimentar. A pesquisa sobre o impacto de ambientes espaciais hostis e condições áridas da Terra na agricultura nos levou aos desertos de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes”, diz um comunicado publicado no site da empresa.

O objetivo inicial é abrir uma estufa experimental em 2022 e, posteriormente, levar a estufa para fora do planeta. A equipe que trabalhará nesta pesquisa será composta por pesquisadores da bioengenharia, ciências vegetais, tecnologia de sementes genômicas, sistemas de ambiente de loop fechado, robótica e sistemas de software automatizados.

Foto: divulgação

“O que é mais empolgante sobre os Emirados Árabes é sua perspectiva global, inovação e ambição. O ambiente de criatividade e empreendedorismo de Abu Dhabi o diferencia como o lugar para impulsionar o futuro da agricultura nesta região e no mundo”, afirma Allen Herbert, gerente geral do StarLab Oasis. Segundo ele, os resultados do trabalho inovador no StarLab Oasis terão benefícios tangíveis e realistas, que nos ajudarão a buscar novas maneiras de usar a tecnologia para produzir alimentos e, ao mesmo tempo, enfrentar os desafios climáticos.

Para Jeffrey Manber, CEO da Nanoracks, o StarLab Oasis fornecerá a tecnologia e o acesso necessários para superar os desafios mais terríveis que o planeta enfrenta hoje, desde as mudanças climáticas até a escassez de água. “Um dia essa tecnologia ajudará a sustentar os agricultores, inovadores e exploradores espaciais de amanhã”, diz Manber. Ele ainda diz que acredita na crescente utilização do ambiente espacial pode colher resultados que mudarão a vida de bilhões de pessoas que sofrem com uma cadeia de segurança alimentar cada vez mais frágil e estão sendo desenraizadas devido a mudanças históricas e fundamentais no clima.

A empresa conta com apoio do governo local, por meio do Escritório de Investimentos de Abu Dhabi (ADIO). O órgão ajudou a fomentar o ecossistema local de inovação e participou da criação da “space agtech”, como o novo empreendimento tem sido definido.

(Com informações de Nanoracks)