As ervas daninhas são responsáveis por gerar preocupações aos produtores rurais. De acordo com especialistas do setor, existem 263 espécies dessas plantas indesejáveis que não morrem com herbicidas. Para acabar com este problema, foi lançado em abril um robô agrícola autônomo que é capaz de eliminar ervas daninhas com lasers de alta potência.

O robô Weeder, lançado pela agtech estadunidense Carbon Robotics, foi desenvolvido com a utilização das últimas tecnologias em robótica agrícola. Ele se locomove de forma autônoma, é capaz de identificar e aplicar o laser para erradicar ervas daninhas por meio de energia térmica, sem prejudicar o solo e nem o meio ambiente.

O equipamento permite que agricultores utilizem menos mão de obra e economizem com herbicidas para remover as plantas daninhas. Isso porque ele trabalha durante o dia ou a noite, conseguindo eliminar até 100 mil plantas daninhas por hora em uma cobertura ao redor de 10 hectares por dia. Isso garante maior confiabilidade, economia e rendimento da colheita.

O controle das ervas daninhas está cada vez mais difícil

(foto – Carbon Robotics)

O controle de ervas daninhas é um dos maiores desafios dos agricultores, ainda mais hoje, que o cuidado com o solo e com o meio ambiente foi intensificado. De acordo com a empresa, existem cerca de 263 espécies resistentes a herbicidas em 71 países. Assim, a solução tem tido alta demanda com encomendas contratadas na casa dos US$ 20 milhões. Os modelos 2021 e 2022 da Carbon Robotics foram esgotados e a empresa começou a aceitar pedidos para 2023.

“A tarefa já exigente de remoção de ervas daninhas se tornou mais difícil para os agricultores gerenciarem à medida que mais ervas daninhas se tornam resistentes a herbicidas e o custo dos herbicidas aumenta”, disse Paul Mikesell, CEO e fundador da Carbon Robotics.

Por isso, a Carbon Robotics conseguiu, em setembro, mais um aporte de US$ 27 milhões em financiamento da Série B da Anthos Capital, Ignition Partners, Fuse Venture Capital, Voyager Capital, Bolt e Liquid2 Ventures para acelerar o crescimento da empresa.

O financiamento será usado para dimensionar a produção dos produtos da empresa, aumentar sua equipe de engenharia, estabelecer vendas regionais e suporte para clientes nos EUA e investir na inovação de novos produtos e tecnologia.

Veja, abaixo, como o robô agrícola funciona:

(Com informações de Ag Evolution)