Mapa e ABDI lançam terceiro edital do programa Agro 4.0

O Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), em parceria com a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), lançou o terceiro edital do programa Agro 4.0. Serão selecionados projetos-pilotos para a implantação de uma plataforma de dados de produção agropecuária. Entre os principais aspectos considerados estão a adoção e difusão de tecnologias de manufatura inteligente no agronegócio, realizadas junto a associações e cooperativas de produtores rurais e agroindústria.

A plataforma que será implantada deverá permitir a coleta e o armazenamento de dados de produção agropecuária de produtores rurais filiados, além da preparação destes dados, a integração com outras bases; modelagem, análise e visualização de informações estratégicas, de forma a gerar conhecimentos e recomendações de agregação de valor.

Para desenvolver os projetos os participantes deverão formar um grupo de trabalho com o arranjo constituído por, pelo menos, três entidades: empresa âncora, produtor rural ou provedora de solução tecnológica. O edital possui três categorias relacionadas à Gestão Estratégica de Dados de Produção: agricultura, pecuária e agroindústria. Os recursos disponibilizados pela ABDI são de R$ 1.125.000,00, para seleção de até três projetos (totalizando o investimento de R$ 375 mil para cada um).

As inscrições estão abertas até o dia 17 de setembro e a participação obedecerá a cinco etapas: inscrição, seleção de projetos, execução das ações de adoção e difusão de tecnologias, avaliação dos projetos e monitoramento dos resultados. Após o resultado dos selecionados, que deverá ser divulgado em até três meses após o fim da inscrição, os três vencedores terão um ano para desenvolver seus projetos-pilotos. Para se inscrever, os interessados devem acessar o site do edital.

O diretor de Apoio à Inovação para Agropecuária da Secretaria de Inovação, Desenvolvimento Sustentável, Irrigação e Cooperativismo (SDI/Mapa), Alessandro Cruvinel, destaca a importância da parceria institucional, firmada desde 2020, que auxilia na pavimentação da transformação digital do setor. “A iniciativa estimula a elaboração de projetos-pilotos, fortalecendo a adoção de plataformas de gestão de bancos de dados, atendendo de forma participativa aos atores da produção agropecuária brasileira”.

De acordo com a analista de Produtividade e Inovação da ABDI, Isabela Gaya, coordenadora do programa Agro 4.0, a gestão estratégica pode colaborar na implantação de melhorias de processos, identificação de novos produtos e modelos de negócios, além de aumentar a competitividade do setor. “A gestão dos dados pode ajudar produtores, cooperativas e agroindústria na melhoria das tomadas de decisão estratégica, promovendo aumento de produtividade, eficiência e sustentabilidade do setor produtivo”, finalizou.

O programa

O Agro 4.0 é uma iniciativa do Mapa, da ABDI e de instituições parceiras para fomentar o uso de tecnologias que automatizam e conectam os processos industriais – as chamadas tecnologias 4.0 – que incluem inteligência artificial, computação em nuvem, robótica, internet das coisas, entre outras. O programa atua, por meio da propositura de editais, disseminação de informações e realização de eventos com foco na usabilidade de soluções que promovam aumento de eficiência, produtividade e redução de custos.

Gostou? Compartilhe!

Últimas notícias

Conteúdos gratuitos

A Digital Agro é uma plataforma completa com várias iniciativas em tecnologia e inovação para o campo. Inscreva-se para receber gratuitamente o conteúdo e ficar por dentro das novidades do agro.