A guerra na Ucrânia causou uma série de incertezas no mundo. No Brasil, um dos setores mais impactados com o conflito foi a agricultura, que depende dos fertilizantes que não estavam mais chegando.  Mas, segundo o ministro da Agricultura, Marcos Montes, a próxima safra está salva!  

Montes afirmou que a continuidade das entregas de lotes de insumos da Rússia, se deu graças ao trabalho do governo junto ao país do leste europeu. “Agora há pouco conversei com o CEO da Mosaic e ele me disse isso, que o Brasil saiu à frente dos demais países (na importação de fertilizantes)”, disse Montes.

Imagem: Freepik

De janeiro a maio, o país adquiriu 16,64 milhões de toneladas de fertilizantes. Houve um aumento de 16,5% em comparação com o volume adquirido durante o no mesmo período de 2021, conforme dados da agência marítima Cargonave.

O Brasil importa mais de 85% de todo o fertilizante que utiliza. Em maio, os desembarques totais de ficaram em 3,36 milhões de toneladas, cerca de 15 mil toneladas acima do mesmo período de 2021.

(Com informações de InfoMoney)