Uma pesquisa, divulgada pela Associação Brasileira de Automação-GS1 Brasil, revelou que o Índice Agrotech, que mede o nível de automação do agronegócio brasileiro, aumentou 12,5% entre 2019 e 2021. Apesar do aumento, o país ainda precisa evoluir 82 para atingir uma automação plena.

De acordo com o estudo, o índice no mesmo período para a agricultura cresceu de 0,19 para 0,21. Já na pecuária, aumentou de 0,16 para 0,17. Para atingir esses resultados, foram realizadas entrevistas com 370 decisores e influenciadores na tomada de decisão sobre a aquisição tecnologias, maquinário e equipamentos de fazendas que realizam as atividades primárias de agricultura e pecuária.

Os entrevistados representam representam empresas do agronegócio de todos os portes e em todo território nacional. “O principal objetivo é auxiliar na expansão do uso de tecnologias no setor do agronegócio brasileiro, com a possibilidade do aprimoramento de acordo com as necessidades identificadas”, explica o presidente da associação, João Carlos de Oliveira.

Automação no agro

O levantamento levou em conta três eixos. O primeiro foi a gestão ambiental das fazendas como captação inteligente de água, estação meteorológica, formas de monitoramento de pragas e acesso à internet no campo.

O segundo está relacionado ao uso de sistemas de gestão, como é formado o gerenciamento das atividades das fazendas e como os sistemas e softwares são utilizados.

E o terceiro avaliou a adoção de equipamentos e soluções automatizadas para cada etapa do processo produtivo. Essa avaliação buscou entender a quantidade de equipamentos por fazendas e a proporção desses equipamentos que são automatizados monitoram ou coletam dados e integram dados com sistemas de gestão da fazenda.

Cada item possui uma pontuação e o resultado em um n pode variar entre entre 0 (zero) e 1 (um), onde 0 é a ausência de qualquer equipamento, sistema ou maquinário e 1 é a digitalização plena dos processos.

A principal meta do índice, criado com com apoio da H2R Pesquisas, é informar ao ecossistema do agronegócio o cenário atual de automação e digitalização dos processos de produção da agricultura e pecuária no Brasil.

(Com informações Ag Evolution)