O dinamismo será uma das características da Digital Agro 2021, que contará com os principais palestrantes nacionais e internacionais de tecnologia, inovação e agronegócio do Brasil. Realizada 100% virtual pela primeira vez, a feira terá três dias de discussões sobre temas que visam ampliar a capacidade produtiva da agropecuária de maneira sustentável e tecnológica. A quarta edição acontecerá entre os dias 12 (abertura oficial) e 15 de julho e poderá ser conferida no site oficial do evento. A abertura contará com a palestra do economista e apresentador Ricardo Amorim. O ingresso inteiro está com 50% de desconto até dia 23 de junho.

Primeiro dia

No dia 13 de julho (terça-feira), às 9h30, com a temática “Tecnologias para a produção sustentável”, a primeira palestra será realizada por Gustavo Spadotti, supervisor do Grupo de Gestão Estratégica da Embrapa Territorial, que tratará do tema “Passado, Presente e Futuro do Agrossustentável”. Também está confirmada a participação de Franklin Miguel, diretor-geral da Copel Mercado Livre, que realizará a palestra “Setor Elétrico Brasileiro – Oportunidades e Tendências”. O evento terá a presença de Marcelo Prado como mestre de cerimônias e mediador do debate no fim da manhã. Prado é fundador da M.Prado Consultoria Empresarial, líder do segmento de consultoria no agronegócio brasileiro.

No período da tarde, às 15h, a temática será “O futuro da gestão no agronegócio”, que contará com Thomas Voisin, diretor de Relacionamento da Bioline, braço da Invivo, maior grupo de cooperativas da França. Em seguida, Bernardo Maestrini fará a palestra “Big data na pesquisa de safras agrícolas”. Maestrini é pesquisador na Wageningen University and Research, possui PhD em biogeoquímica do solo pela Universidade de Zurique (Suíça) e tem pós-doutorado na Michigan State University.

A terceira palestra da tarde estará à cargo de Luis Henrique Penckowski, gerente de Pesquisa e Desenvolvimento da Fundação ABC. Ele tratará sobre o modelo Smart Farming, que integra o sistema de informação de gestão, agricultura de precisão e automação agrícola e robótica em uma propriedade rural – o que já acontece de forma piloto em Ponta Grossa (PR) – e do SigmaABC, plataforma que reúne as informações geradas nas propriedades e cria um banco de dados da fazenda, na cloud, como máquinas, implementos, custos de produção e outras informações. Ao fim da tarde, haverá um debate mediado pelo consultor especialista em agronegócio Marcelo Prado.

Segundo dia


No dia 14 de julho (quarta-feira), a partir das 9h30, será tratado o tema “O futuro dos alimentos”. A primeira palestra será com Matthias Tigges, superintendente da Alegra Foods, marca do sistema de intercooperação Unium.

A palestra “Tendências na reformulação de produtos cárneos” será ministrada por Marco Antônio Trindade, doutor em Tecnologia de Alimentos e professor associado no Departamento de Engenharia de Alimentos da Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos da Universidade de São Paulo.

No período da tarde, a partir das 15h, haverá as palestras de Fabio Teixeira, CEO e fundador da Hypercubes, startup do Vale do Silício (Califórnia, EUA) que desenvolveu uma tecnologia que, do espaço, analisa as características do solo no planeta, sendo fundamental para o aumento da produção de alimentos.

A segunda palestra da tarde é com Melissa Carmichael, vice-presidente da Bremer Bank. O próximo palestrante é Jonathan Gill, com a palestra “A fazenda autônoma”. No fim da tarde, haverá um debate com os palestrantes, que terá Alex Foessel como moderador.

Terceiro dia

O último dia da Digital Agro contará com a temática “Pecuária 4.0”, que é baseada no conteúdo da ExpoFrísia, a tradicional feira desenvolvida pela Frísia e que discute soluções e novas tendências na pecuária brasileira e mundial, contando com nomes como Alexandre Mendonça de Barros, falando de tendências de mercado mundial, e Carlos Saviani, gerente de sustentabilidade global da DSM, trazendo as perspectivas do mercado de neutralização de carbono na pecuária.

O início da tarde contará com uma palestra do Francisco Jardins, CEO da SP Ventures, falando sobre investimento em inovação em agtech, e uma apresentação do marketplace Supercampo, plataforma de comércio virtual que atenderá inicialmente 80 mil cooperados no Brasil de 12 cooperativas agropecuárias. O marketplace conecta os cooperados a diversas empresas cadastradas para atender as demandas do campo com qualidade, agilidade e segurança.

Em seguida, será a vez das startups selecionadas no Digital Agro Connection – iniciativa desenvolvida pela Frísia para a escolha de startups que criam soluções para os desafios da cooperativa e suas indústrias. Na tarde do dia 15 haverá pitches das startups selecionadas para a banca examinadora e o público virtual da feira.

A organização do evento garante que, além dos citados acima, muitos outros nomes de peso ainda serão confirmados para contribuir com o conteúdo da Digital Agro 2021.

Gostou dos temas das palestras? Então garanta sua vaga! Acesse nosso site e faça sua inscrição agora mesmo.
evento.digitalagro.com.br