fbpx
Escolha uma Página

Urgência

por | 7 ago 2020 | Gestão, Inovação

Vez ou outra, quando se fala da importância da inovação e da tecnologia no campo, é fundamental apresentar os desafios que o agronegócio enfrenta para efetivamente ter acesso a esse meio.

A revista Globo Rural, na última edição, apresentou uma pesquisa da Embrapa em parceria com o Sebrae e o Inpe. O levantamento aponta em que situação está o uso de soluções digitais no campo e as principais dificuldades dos produtores rurais para aumentar o investimento na área.

Dos entrevistados, que responderam um questionário online, quase 67% eram produtores – os demais eram empresas e prestadores de serviços. Dentre alguns dos resultados, 70% das respostas (eram escolhas múltiplas) apontam que usam a internet para atividades gerais. Em segundo lugar, com 57,5%, em aplicativos para obter e divulgar informações, seguindo de aplicativos para gestão e produção agrícola (22,2%). Sobre os principais usos, 66,1% das respostas apontam para o planejamento das atividades, 43,3% gestão da propriedade, 40,5% compra e venda de produto e insumo e 32,7% para mapeamento e planejamento.

Entre os obstáculos, o valor do investimento, a dificuldade de conexão, o custo para contratação e a falta de conhecimento foram acenados por 67,1%, 47,8%, 44% e 40,9% dos entrevistados, respectivamente.

Outro ponto interessante que o levantamento indicou é que 84,1% dos produtores utilizam pelo menos uma tecnologia digital.

Esses números são muito relevantes!

Não apenas dá um cenário sobre como as soluções digitais são usadas, mas também em qual proporção. Há um mercado grandioso pela frente, uma demanda que precisa ser atendida.

O produtor rural sabe e reconhece a importância da internet no campo, principalmente em relação ao planejamento das atividades e a gestão da propriedade. Porém, o rural no Brasil, nesse sentido, ficou abandonado – pensar que o País caminha para o 5G, mas ainda não tem uma conexão de qualidade.

São públicas e louváveis as atitudes de entidades para ampliar o acesso, mas já passou da hora de serem efetivas no agro. Também é necessário pensar que a internet deve estar muito além da sede da propriedade. Da porteira para dentro, mas também para fora, a conexão deve e precisa estar presente, a um custo competitivo.

Por mais que existam aplicativos que não necessitam de internet para funcionar, com ela ativa o desempenho evolui. Estamos falando de respostas em tempo real.

Enquanto vemos pesquisas como a da Embrapa confirmando, em dados, essas demandas do campo, não conseguimos perceber na mesma velocidade ações práticas. A internet rápida, segura e confiável é uma necessidade urgente.

Posts relacionados

Brasil produz alimentos para o mundo com segurança

Brasil produz alimentos para o mundo com segurança

Muitos questionam se é possível o Brasil produzir alimentos para todo o país e ainda exportar para mais de 1,2 bilhão de habitantes em todo o mundo e com sustentabilidade. A resposta é sim.