CEO diz que IBM deve substituir empregos administrativos por inteligência artificial

O CEO da IBM, Arvind Krishna, revelou em uma entrevista para a Bloomberg, que aconteceu no início de maio, que pretende substituir cargos que poderiam ser assumidos por inteligência artificial (IA) nos próximos anos. A área de recursos humanos deve ser uma das afetadas.

Segundo ele, cerca de 7,8 mil, das 26 mil pessoas que trabalham na empresa e não atuam diretamente com clientes, poderiam ser trocadas por IA. “Eu poderia ver facilmente 30% sendo substituídos por IA e automação em um período de cinco anos”, disse o CEO.

Em janeiro deste ano a IBM anunciou a demissão de quase quatro mil trabalhadores. Porém, não se sabe se esses desligamentos faziam, ou não, parte do plano de substituir humanos por máquinas. As demissões vieram justamente após a empresa registrar o maior crescimento anual de receitas dos últimos dez anos. Em 2022, a receita da IBM foi US$ 60 bilhões.

Posteriormente à entrevista de Krishna, um porta-voz da empresa informou à AFP que não existe, atualmente, uma interrupção geral de contratações. “A empresa tem uma política de contratação bastante criteriosa, concentrada nos cargos que geram receita. Somos muito seletivos quando se trata de posições que não são se referem diretamente aos nossos clientes ou à tecnologia. Temos milhares de vagas para serem preenchidas neste momento”, disse.

As declarações vieram em um momento no qual o ChatGPT tem ganhado destaque por conta de sua tecnologia que é capaz de gerar interações semelhantes às humanas, escrever e-mails, gerar linhas de código e inúmeras outras tarefas.

(Com informações do G1, Exame e Tecmundo)

Previous
Next

Gostou? Compartilhe!

Previous
Next

Últimas notícias

Conteúdos gratuitos

A Digital Agro é uma plataforma completa com várias iniciativas em tecnologia e inovação para o campo. Inscreva-se para receber gratuitamente o conteúdo e ficar por dentro das novidades do agro.