A febre suína africana é uma das doenças mais contagiosas no mundo. Detectada pela primeira vez no início do século 20, na África, ela causa hemorragias que levam à morte de suínos em até dez dias. Somente no ano passado, o Vietnã teve que sacrificar 20% de seu rebanho. Para tentar resolver esse mal, o país está desenvolvendo, desde 2019 a primeira vacina para a peste.

Apesar de não acometer humanos, a febre suína africana causa grandes estragos financeiras. A doença já matou mais de 200 milhões de porcos na China. Os Estados Unidos, por exemplo, tiveram um prejuízo de US$ 16.5 bilhões!

Imagem: Roy Buri / Pixabay 

O Vietnã informou que a vacina está sendo desenvolvida, em conjunto com os Estados Unidos, desde 2019 e cinco testes clínicos já foram realizados. Autoridades de saúde do Vietnã afirmaram que a segurança e eficácia do produto foram aprovadas pelo departamento de Agricultura dos Estados Unidos. A imunidade dura seis meses. Após esse período a vacina deve ser reaplicada.

Nos últimos anos foram identificados surtos de infecção na China, Estados Unidos e muitos países da Europa. Houve, inclusive, morte de milhões de animais na Ucrânia, Rússia, Polônia e República Tcheca. Não há registros de casos no Brasil.

(Com informações de Exame)

https://exame.com/agro/pais-cria-primeira-vacina-para-doenca-que-mata-porcos-ha-cem-anos/