Já pensou em poder viajar pelo mundo sem se preocupar com combustível, ou até mesmo sem precisar sair de casa? Pode até parecer loucura, mas um grupo de estudantes holandeses desenvolveu a primeira casa solar sobre rodas. Trata-se da Stella Vita, um novo conceito para os já conhecidos motorhomes.

Os responsáveis pelo veículo são da Solar Team Eindhoven, uma organização sem fins lucrativos que faz parte da Universidade Tecnológica de Eindhoven, na Holanda, e é formada por 26 alunos da instituição. A ideia surgiu após este mesmo time criar um carro pequeno que também é movido a energia solar.

Imagem: Divulgação/Bart van Overbeeke, Solar Team Eindhoven

De acordo com Tijn Ter Horst, um dos membros da equipe que também integra o time de engenharia mecânica na universidade, afirmou que o projeto foi desenvolvido pensando em quem sonha, literalmente, em viver pelas estradas, mas não quer abrir mão das modernidades.

Como funciona a Stella Vita?

Imagem: Divulgação/Bart van Overbeeke, Solar Team Eindhoven

Como mencionamos anteriormente, a Stella Vita é uma casa sobre rodas. Sendo assim, ela é equipada com uma cama, uma geladeira pequena, um banheiro, um sofá e uma pequena área para cozinhar. Além disso, existem também pontos para carregar equipamentos eletrônicos. Tudo movido a energia solar.

Segundo os responsáveis, ela é autossustentável e é capaz de gerar energia suficiente para pegar a estrada, tomar banho, fazer café, assistir a TV e carregar seu smartphone em um percurso que pode alcançar até 730 quilômetros em dias ensolarados. Isso graças a vários painéis solares instalados no teto.

Imagem: Divulgação/Bart van Overbeeke, Solar Team Eindhoven

O carregamento de energia utilizando apenas luz solar leva em torno de quatro dias com o automóvel parado. No entanto, se estiver com um pouco mais de pressa, pode acelerar o processo plugando-o em uma tomada nas estações de carregamento.

Mas é preciso ter cautela quanto ao uso da energia. “Você não tem energia infinita, então precisa escolher como usá-la”, alertou Horst. É preciso saber que tomar banho, fazer café ou assistir a TV com o veículo parado são tarefas que consumirão tempo de viagem.

Quando a Stella Vita começará a ser comercializada?

De acordo com os criadores deste projeto, ainda não existe uma previsão de produzir a Stella Vita comercialmente. Segundo Tjin Ter Horst, os consumidores precisam, primeiro, se acostumar com a ideia (e com o visual estranho) da casa sobre rodas. Depois disso, se for viável, ela poderá chegar ao mercado em, no mínimo, 5 anos.

(Com informações de Canal Tech)