Vem de uma Agtech dinamarquesa a mais nova invenção do agro. Trata-se de um robô que faz atividade de capina e semeadura e é movido a energia solar. Ele tem autonomia de até 24 horas de trabalho, sem parar para recarregar. 

O equipamento foi criado pela empresa Farmdroid e é recomendado para plantações de até 20 hectares em cultivos orgânicos. O modelo tem alta precisão nas atividades, funcionando com quatro painéis fotovoltaicos e baterias externas.

O modelo também valoriza a precisão, contando com semeadura milimétrica dividida em seis linhas. A semeadura usa tecnologia GPS para determinar a posição de cada semente de maneira individual.

Na capina as plantas daninhas são removidas ajudando na diminuição do uso de químicos e pesticidas. Além disso essa remoção pode ser feita antes da emergência da cultura porque o robô sabe onde depositou a semente e pode remover somente as daninhas.

A velocidade de trabalho fica entre 450 a 950m por hora e devido ao baixo peso da máquina não há danos ao solo. Na primavera de 2020, o FarmDroid semeou e capinou mais de 1.500 hectares em grandes partes da Europa.

Hoje, existem mais de 50 robôs funcionando em 6 países da Europa. O valor para compra está avaliado em R$427 mil reais. Porém os desenvolvedores acreditam que o retorno do investimento pode acontecer no máximo após dois anos de uso do modelo.

Confira o robô funcionando no vídeo abaixo:

E você, o que acha destas novas tecnologias?

Este artigo foi retirado de Agrolink, clique aqui para ver na íntegra.