O primeiro software brasileiro de gestão de suínos acaba de alcançar a marca de mil usuários cadastrados. O SGAS (Software de Gestão Ambiental da Suinocultura) da Embrapa Suínos e Aves, lançado em 2020, foi o primeiro deste tipo no país. A tecnologia auxilia o produtor na gestão de licenciamento ambiental de granjas de suínos.

A tecnologia funciona por meio de um pacote de aplicativos que pode ser acessado pelo navegador da internet. Ela possui diversas tecnologias que automatizam e padronizam o trabalho e as análises de processos de licenciamento ambiental, que era realizado apenas de maneira manual ou por meio de planilhas.

De acordo com Rodrigo Nicoloso, pesquisador da Embrapa Suínos e Aves, quando há falta de padronização na metodologia e nos processos de licenciamento é comum acontecer “divergência de interpretações e insegurança dos analistas dos órgãos ambientais, levando muitas vezes a atrasos na avaliação dos processos e retrabalho na formulação dos projetos”.

O SGAS está disponível gratuitamente no site da Embrapa Suínos e Aves. Ele é indicado para produtores rurais, profissionais de assistência técnica, extensão rural e licenciamento ambiental, gestores de agroindústrias e cooperativas e analistas de órgãos ambientais, além de gestores públicos que atuam nas áreas de tratamento de resíduos, meio ambiente, agronomia, engenharia agrícola, engenharia sanitária e ambiental.

O software ainda estabelece padrões no consumo de água, produção de dejetos e oferta de nutrientes. Ele também estipula padrões mínimos para o armazenamento ou tratamento dos dejetos, introduzindo novas tecnologias para o manejo da granja.

Treinamento gratuito

A Embrapa Suínos e Aves, em parceria com o IMA, preparou um treinamento on-line e gratuito em gestão ambiental na suinocultura. O curso traz como conteúdos a Instrução Normativa 11; tecnologias para destinação de animais mortos, biodigestão de dejetos suínos e carcaças de animais mortos não abatidos; gestão da água e produção de dejetos suínos; manejo dos dejetos como fertilizantes e o uso do SGAS.

O treinamento é gratuito e pode ser acessado por este link.

(Com informações de Agrolink)